Adelmario Coelho consagra 25 anos de carreira com gravação de Live Show em Salvador


A carreira do forrozeiro Adelmario Coelho acaba de ganhar uma nova página, com a gravação do Carrossel do Tempo Live Show, nesta quarta-feira (03). O novo registro audiovisual do artista celebra 25 anos de carreira completados em 2019.

Em um cenário que tem como plano de fundo a Baía de Todos os Santos e o Porto da Barra - um dos cartões postais mais emblemáticos de Salvador - o forrozeiro e sua banda subiram ao palco no Forte São Diogo, às 17h para contar um pouco dessa história, que é repleta de grandes clássicos do forró popular brasileiro.

Com o intuito de fazer uma retrospectiva da carreira do artista, relembrar momentos e canções marcantes, e mostrar a evolução de Adelmario enquanto cantor e defensor da cultura nordestina, o Carrossel do Tempo foi além.

Através de novos arranjos musicais - capitaneados pelo diretor musical Yacoce Simões e pelo próprio Adelmario - foi possível viajar no tempo ao som de canções emblemáticas como "Não Fale Mal do Meu País", "Bahia Forró e Folia".

Participações e homenagens marcantes fizeram parte do Carrossel do Tempo e emocionaram Adelmario e quem estava presente neste grande show.

Representando os autênticos forrozeiros da Bahia, Jó Miranda, Del Feliz e Léo Macedo, da banda Estakazero, fizeram ao lado de Adelmario uma linda e justa homenagem ao cantor Dominguinhos, com as canções "Isso Aqui tá bom demais" e "Pedras que cantam".

Quem também esteve presente na gravação do Live Show foi o cantor e amigo de Adelmario de longa data, Flávio José. Os dois interpretaram no palco o xote "Lápis de Cor".

Ainda no clima de homenagens, Adelmario convidou mais três amigos representantes do forró oriundo da Bahia. Ao lado de Targino Godin, Zelito Miranda e Marquinhos Café, eles relembraram dois clássicos do rei do baião Luiz Gonzaga: "Vem Morena" e "Que Nem Jiló".

Uma presença feminina como Ivete Sangalo - que representa a Bahia musicalmente por onde passa - não poderia ficar de fora desse marco na carreira de Adelmario. Ao lado do forrozeiro, Ivete cantou um dos clássicos mais adorados dos fãs, a canção "Anjo Querubim", fazendo o público que acompanhava a gravação levantar um grande coro no forte São Diogo.

O cantor Carlinhos Brown também integrou o time de artistas que foi celebrar os 25 anos de carreira de Adelmario. Admirador do forró e defensor da cultura nordestina, Brown fez questão de presentear o anfitrião com uma canção que ele mesmo escreveu em homenagem à Luiz Gonzaga, chamada "Rei Gonzaga".

 

Antes de encerrar a gravação do Carrossel do Tempo Live show, Adelmario não poderia deixar de fazer uma homenagem à sua família, que representa a base da sua vida e carreira. Ao lado da esposa, dos filhos, noras, genro e netas - que acompanham, apoiam e trabalham lado a lado com o forrozeiro - ele cantou a música "Conselho ao Filho Adulto", se emocionando e emocionando a todos os presentes nesta grande celebração.

É importante ressaltar que entre uma canção e outra que fizeram parte desses 25 anos, duas músicas que foram lançadas no início de 2019 entraram para o setlist do Carrossel do Tempo. "A Morte do Carro de Boi" - um forró em forma de protesto pelo abate de jegues e jumentos no país, e "Namorada Preferida", um xote cheio de amor lançado para embalar corações apaixonados.